Alguns cuidados importantes para curtir o mês junino sem preocupação.

Informativo
05 de junho de 2017

Por

20170605 blog

No embalo das comemorações das festas juninas, entre comidinhas típicas, quadrilhas, fantasias caipiras e muita animação, temos que lembrar que o repertório junino também abrange alguns perigos a serem ressaltados, a queima de fogos de artifício e a tradicional fogueira de São João, apresentando riscos à saúde dos nossos olhos.

É preciso ter cuidado com o calor e com a fumaça que saem das fogueiras e dos fogos de artifício, estes podem provocar ardor, queimação, vermelhidão, lacrimejamento e coceira nos olhos. Esses sintomas ainda podem evoluir para uma conjuntivite não contagiosa ou até para uma ceratite (lesão corneana).

Além disso, os fragmentos de pólvora e outras partículas eliminadas podem funcionar como corpo estranho na superfície ocular, lesionando e até perfurando a córnea.

As queimaduras também podem ocorrer, levando a perda visual irreversível, dependendo da extensão do acometimento. Queimaduras extensas e até perfurações do globo ocular podem ser provocadas por explosões dos artefatos juninos.

Hcloe - Festa JuninaDessa forma, para curtir as festas juninas sem riscos, o importante é prevenir! Crianças devem estar sempre acompanhadas de seus responsáveis e em hipótese alguma devem manusear materiais para fogueiras e/ou fogos de artificio. Manter uma distância segura também é fundamental. Ao manusear artefatos e fogos de artifício, deve-se utilizar equipamento de proteção individual apropriado (como óculos e luvas de proteção). Em caso de irritação ocular e/ ou de queimadura, deve-se lavar os olhos com soro fisiológico ou água filtrada em abundância.

Em caso de acometimento ocular, mesmo com irritação mínima, procure um oftalmologista para um tratamento adequado!

Drª Natália Simão Fernandes CRM: 167.713


Deixe uma resposta

*